Jejum para exame de sangue: duração e recomendações

jejum para exame de sangue

 

Autor: Dr. Vinicius Araujo Soares - hematologista

 

Permanecer algumas horas sem comer pode ser difícil para algumas pessoas, principalmente após acordar. No entanto, ficar de jejum para exame de sangue é uma prática comum, solicitada e utilizada por alguns laboratórios médicos em determinados tipos de exames, com um único objetivo: evitar que se tenha um resultado falso positivo. 

Em outras palavras, para que o teste reflita a real condição do indivíduo, sem as alterações que podem ocorrer com a ingestão de alimentos.   

Mas o que acontece se o jejum for interrompido antes da coleta? Nesse período não podemos beber nem água? A seguir, você confere as respostas para essas e outras das dúvidas comuns relacionadas ao tema.

clique aqui para agendar seu exame

 

Qual a função do jejum para exame de sangue? 

A função do jejum é evitar que o resultado gerado seja considerado falso positivo. Em outras palavras, sem o jejum, o teste pode mostrar um resultado diferente da real condição do indivíduo.   
 
Em um exame de glicemia, por exemplo, o jejum é essencial. Isso porque o valor da glicemia (nível de glicose no sangue) aumenta naturalmente após a ingestão de alimentos. Então, para saber a real condição do paciente em relação ao diabetes, quando os níveis de glicemia estão altos, é necessário fazer o exame em jejum. Ou seja, detectar se os níveis de glicemia estão altos mesmo sem o consumo de alimentos.  

Por isso, é fundamental seguir as instruções fornecidas pelo seu médico ou pelo laboratório escolhido para realizar o exame.

Quando o jejum é necessário? 

A necessidade de jejum pode variar dependendo do exame e das instruções específicas do médico ou laboratório. Sendo assim, recomenda-se seguir as orientações. Um exemplo é:  

Glicemia de jejum: geralmente, utilizado comumente para o diagnóstico e monitoramento de condições como o diabetes mellitus, causada pela produção insuficiente ou resistência à insulina. 

O que acontece se o jejum for quebrado antes da coleta? 

Podem ocorrer resultados falsos positivos como, por exemplo, a glicemia aumentada levando a um falso diagnóstico de diabetes mellitus. 

 

Quanto tempo dura o jejum para exame de sangue? 

O tempo pode variar conforme o tipo de exame. Alguns exemplos são:  

Glicemia de jejum: geralmente realizado após um jejum de 8 horas. 

Colesterol total e frações em jejum: caso solicitado, deve-se manter um jejum de 8 a 12 horas.  

Para os outros exames, a orientação será de acordo com o laboratório em que o paciente decidir coletar a amostra. 

 

Jejum para exame de sangue: pode beber água? 

Sim, uma vez que beber água durante o jejum para um exame de sangue não interfere nos resultados. No entanto, lembre-se que apenas a ingestão de água é permitida. Outras bebidas como sucos, café ou chá, devem ser evitadas. 

 

Quais as recomendações para o desjejum? 

Não há recomendações específicas para o desjejum. Sendo assim, cada pessoa pode realizar a refeição que está habituada. De qualquer forma, lembre-se de dar preferência a uma dieta equilibrada e saudável. 

clique aqui para agendar seu exame