Microbioma intestinal: conheça o exame que mapeia as bactérias do seu intestino

microbioma intestinal

Saiba mais sobre o exame de microbioma intestinal, que pode ser a resposta para descobrir a causa de seus desconfortos relacionados à flora intestinal e se há uma predisposição para doenças inflamatórias e infecciosas desse órgão.

O que é o microbioma humano? 

O microbioma é definido como o conjunto de microrganismos (bactérias, fungos, vírus) em certo ambiente, e nesse caso falamos de uma comunidade de micróbios formados no corpo humano onde podem ser encontrados em diferentes regiões em que vivem em harmonia, se não houver algum desequilíbrio. 

Esses microrganismos são essenciais para o bom funcionamento do nosso intestino, por exemplo. Quando há algum desbalanço na composição dessas bactérias, temos o que chamamos de disbiose, que pode causar desconforto abdominal, gases, constipação, diarreias, dificuldades para perder peso. Alguns estudos mostram que há relações até com sintomas de depressão. O exame de microbioma intestinal serve para avaliar se temos uma composição de microrganismo saudável no nosso intestino.

Quais bactérias existem no intestino?

No intestino existe o que chamamos de microbiota, que são os conjuntos dos microbiomas. Na microbiota intestinal, os microrganismos são separados em 4 filos: Bacteroidetes, Firmicutes, Proteobacteria e Actinobacteria. Podendo ser benéficos ou patogênicos.

Sendo assim, uma mudança nessa composição que está equilibrada na microbiota pode causar problemas na flora intestinal.

Abaixo estão listadas as bactérias encontradas no intestino em maior número: 

  • Prevotella: associada ao maior consumo de carboidratos, fibras e açúcares.

  • Bacteroides: associada a proteínas e gorduras saturadas, quando em desequilíbrio podem causar infecções e doenças inflamatórias.

  • Lactobacillus: associados a alimentos com elevados teores de gorduras saturadas e poli-insaturadas, podendo levar ao ganho de peso.

  • Escherichia coli: associados à má qualidade de alimentos e água, podendo causar uma doença inflamatória intestinal.

  • Bifidobacterium Lactis: associados a alimentos probióticos, causam benefícios ao corpo produzindo vitaminas, melhorando a digestão alimentar e defesa contra organismos patogênicos.

  • Clostridium difficile: associados à ingestão de alimentos contaminados que podem causar doenças gastrointestinais.

Para quem o exame de microbioma é recomendado?

Saber os microorganismos que estão no nosso organismo é importante para mantê-lo saudável e manter apenas os que são benéficos para a saúde. Possuir esse controle pode ajudar a resolver problemas que antes não eram percebidos com clareza e até evitar problemas que poderiam ocorrer.

O exame de microbioma é recomendado para pessoas que possuem problemas com a flora intestinal, que gostariam saber se há uma tendência para emagrecer ou engordar, e até mesmo se possuem uma predisposição para algumas doenças como diabetes e hipertensão.

Como funciona o exame?

Para ser feito o exame de microbioma intestinal é necessário a coleta das fezes do paciente. Após a coleta, há o mapeamento das bactérias, onde será analisada sua presença no intestino. Com isso, é possível observar se há uma harmonia ou um desequilíbrio na flora intestinal, que é capaz de causar diversas condições intestinais, como problemas de absorção, gases, dificuldade para perder peso, inflamações e infecções.

O que pode alterar a composição da sua microbiota 

Com o avanço da medicina, houve a descoberta que a microbiota possui influências em doenças cardiovasculares, doenças inflamatórias e infecções na flora intestinal se houver um desequilíbrio.

Abaixo estão listados alguns fatores que podem alterar a composição de sua microbiota intestinal: 

  • Uso de probióticos e prebióticos;

  • Hábitos alimentares;

  • Prática de exercícios físicos;

  • Fatores imunológicos;

  • Uso de antibióticos e quimioterápicos;

  • Síndromes metabólicas;

  • Distúrbios gastrointestinais.

O que posso descobrir ao investigar a microbiota intestinal?

Ao fazer o exame serão reveladas as bactérias encontradas em sua microbiota intestinal, podendo revelar informações importantes que tem sido correlacionadas como:

  • Tendência para emagrecer ou engordar;

  • Obesidade;

  • Hipertensão;

  • Diabetes;

  • Alergias e intolerâncias;

  • Depressão

Quando fazer o exame microbioma?

O exame de microbioma deve ser feito após um pedido médico em que há uma suspeita de disbiose (desequilíbrio na microbiota) ou para descoberta de uma predisposição a doenças.