Entenda como saber o melhor remédio para depressão e ansiedade

qual o melhor antidepressivo para mim


Atualmente é possível identificar qual é o melhor remédio para depressão e ansiedade de acordo com a sua genética, obtendo o melhor resultado para o seu tratamento.
 

Quais são os remédios para ansiedade e depressão mais comuns?

A ansiedade e depressão fazem parte do cotidiano de 9% e 5,8% respectivamente, da população brasileira. Neste momento de quarentena, os casos infelizmente aumentaram. O cuidado com a  saúde mental é de extrema importância e procurar ajuda pode melhorar seu cotidiano.

A seguir confira alguns medicamentos indicados nos casos de ansiedade e depressão.
 

Classes de medicamentos mais indicados para depressão

O tratamento da depressão inclui terapia, consultas regulares e uso de medicamentos. Com o aumento da depressão na quarentena a busca por ajuda também aumentou e após a consulta e diagnóstico pode ser necessário o uso de medicamentos antidepressivos.

As principais classes de antidepressivos são:

  • SNRI (Inibidor de recaptação de serotonina e noradrenalina) 

  • SNDRIs (inibidores de tripla recaptação)

  • SSRI (Inibidor seletivo de recaptação de serotonina) 

  • Antidepressivos Atípicos

  • Antidepressivos tricíclicos (TCAs)  

  • Antidepressivos tetracíclicos (ADT)

  • IMAO (Inibidor da monoamina oxidase) 
     

Classes dos medicamentos mais indicados para ansiedade

O tratamento da ansiedade inclui terapia, consultas regulares, mudanças de hábitos e algumas vezes medicamentos. A ansiedade na quarentena aumentou e pode ser necessário o uso de algum medicamento. As principais classes de medicamentos ansiolíticos são Benzodiazepínicos e Barbitúricos.

Sempre importante lembrar que estes medicamentos têm efeitos colaterais, podem prejudicar atividades diárias como dirigir ou operar equipamentos além de possuírem um potencial risco de dependência, portanto devem ser utilizados com prescrição e acompanhamento médico regulares.

 

Quais são os antidepressivos mais eficazes?

Farmacologicamente existem variações e diferenças entre os grupos de antidepressivos, pois o mecanismo de ação é diferente para cada classe e pode diferir em cada paciente. Por isso a identificação através do painel de farmacogenética permite a indicação mais precisa do melhor medicamento para você, obtendo assim o melhor resultado que o tratamento pode oferecer.
 

Genética e metabolismo de medicamentos antidepressivos

Nos dias de hoje há uma grande variedade de medicamentos, com diferentes mecanismos de ação. Além disso, a resposta a cada medicamento é individualizada e depende de características do paciente, algumas genéticas, que farão com que a resposta ao tratamento seja melhor ou pior. Pensando nisso, foi desenvolvido o exame farmacogenético, que analisa o material genético de nosso organismo, através de técnicas de genômica, e cruza esses dados com os princípios ativos de vários medicamentos, demonstrando quais desses remédios seriam mais ou menos indicados para o tratamento.
 

qual antidepressivo é melhor

Qual o melhor antidepressivo para mim?

Para descobrir o melhor medicamento para você é indicado realizar o exame farmacogenético.

Neste exame, o material genético das células bucais coletadas é extraído e ocorre uma análise cruzada entre os genes do paciente e os princípios ativos dos principais medicamentos antidepressivos e ansiolíticos. Com o resultado desse exame é possível determinar os melhores medicamentos para o seu organismo, possibilitando melhores resultados com menores doses e em menor tempo.


Exame é capaz de descobrir como o seu corpo reage aos principais antidepressivos

O exame farmacológico é realizado para se obter informações de quais são os medicamentos que melhor reagem ao seu organismo.

Esse exame indica os melhores medicamentos para tratar transtornos como: depressão, insônia, transtorno de ansiedade generalizada, transtorno de bipolaridade, esquizofrenia, transtorno de estresse pós-traumático, síndrome do pânico, parkinson, alzheimer, dor crônica e transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH).

Realizando esse exame você obtém benefícios como a maior assertividade na escolha de medicamentos psiquiátricos o que irá te proporcionar o melhor tratamento conforme sua genética, evitando tentativas com remédios que podem causar efeitos colaterais desnecessários.